terça-feira, 1 de maio de 2012

(RE)Começar

Há uns tempos que ando a tentar "cozinhar" um novo livro. O meu processo de criação é bastante moroso nesta fase. Durante esta altura eu não escrevo. Quando me surge a ideia, guardo-a preciosamente na minha gaveta mental e deixo-a amadurecer e se ela, lá no quentinho da minha mente, nunca apodrecer, trago-a de volta ao meu consciente e começo a desenvolvê-la. Isto sempre sem escrever nada, um mero exercício de indulgência mental e criativa.

Entre "Dentro de Ti", o meu desconhecido romance "teenager" e "Isabel" passaram 10 anos (ainda que na prática, "Isabel" tenha sido iniciado em 2002). E agora já lá vão quatro anos sem começar a escrever...Mas a verdade é que a história da Sandra (nome que me surgiu assim que visualizei a primeira "cena" do livro) já anda cá dentro há pelo menos um ano. Na verdade, estive quase, quase a começá-la no final do ano passado mas circunstâncias de vida levaram-me a adiar o projecto. A verdade é que a história da Sandra tem começo e muito como a do Vicente, ainda não tem meio nem fim bem definido, e assim não dá para começar. Tenho-a a ela, Sandra, com 31 anos e uma profissão exigente que ainda não decidi qual. Não posso adiantar muito mais, senão que quando começar a escrever esta história vocês serão os primeiros a saber e assim que tiver um bom avanço de 3-5 capítulos começarei a publicar tudo aqui, como fiz com a história do Vicente.

No entanto, a escrita não ficou abandonada...Tenho escrito poesia que estou a adicionar à minha antologia a ser publicada quando achar que tenho poemas suficientes e de qualidade para justificar o vosso tempo e dinheiro. Para breve teremos um ou outro poema a fazer uma visita aqui.

Até lá, aproveito para dizer que "Isabel" já vendeu 15 cópias (vá, não se riam porque para mim já é muito bom) e que se encontra neste momento a um preço mais acessível.

Abraços.